Análise retrospectiva da perda dentária em pacientes periodontalmente comprometidos: resultados a longo prazo de dez anos após a terapia periodontal ativa

Análise retrospectiva da perda dentária em pacientes periodontalmente comprometidos: resultados a longo prazo de dez anos após a terapia periodontal ativa

Compartilhar

Uma seleção dos artigos científicos mais relevantes publicados recentemente nos periódicos internacionais.

Petsos H, Schacher B, Ramich T et al. Retrospectively analysed tooth loss in periodontally compromised patients: long-term results 10 years after active periodontal therapy – patient-related outcomes. J Periodont Res 2020;55:946-58.

Por que é interessante? Os autores objetivaram avaliar a perda dentária (PD) durante dez anos de terapia periodontal de suporte (TPS) em pacientes periodontalmente comprometidos e identificar os fatores que influenciam a PD.

Desenho experimental: os pacientes foram reexaminados 120 meses após a terapia periodontal ativa. PD e fatores de risco [tabagismo, diagnóstico inicial, adesão à TPS, polimorfismo da interleucina-1, doenças cardiovasculares, idade no início do estudo, sangramento à sondagem (SS), mudança de profissional, número de TPS, estado civil e escolaridade] que poderiam influenciar a PD foram avaliados.

Os achados: cem pacientes (52 mulheres, média de idade de 65 anos) perderam 121 de 2.428 dentes (1,21 dentes/paciente; 0,12 dentes/paciente/ano) durante dez anos de TPS, dentre os quais 42 foram perdidos por motivos periodontais (0,42 dentes/paciente; 0,04 dentes/paciente/ano). Significativamente, mais dentes foram perdidos devido a outras razões. Tabagismo, severidade da periodontite, não aderência à TPS, polimorfismo positivo da interleucina-1, estado civil e educacional, idade mais avançada no início do estudo associado à SS e um pequeno número de TPS foram identificados como fatores de risco relacionados ao paciente para PD.

Conclusão: durante 120 meses de TPS, apenas um pequeno número de dentes foi perdido em pacientes comprometidos periodontalmente, mostrando o efeito positivo de uma terapia periodontal bem estabelecida.

Veja o artigo original aqui