Recobrimento radicular pela técnica de envelope

Recobrimento radicular pela técnica de envelope

Compartilhar

Artigo relata caso clínico de recessão gengival no dente 13, Classe I de Miller, com recobrimento radicular pela técnica de envelope.


AUTORES

Bruna Martinazzo Bortolini
Residente em Periodontia – Universidade Estadual de Londrina.
Orcid: 0000-0003-0272-6342.

Camila Mitie Carrasco Nakagawa
Residente em Periodontia – Universidade Estadual de Londrina.
Orcid: 0000-0002-5994-6533.

Caroline Klein Dias
Graduada em Odontologia – Universidade Estadual de Londrina.
Orcid: 0000-0002-7451-3138.

Fernanda Akemi Nakanishi Ito
Professora de Periodontia – Universidade Estadual de Londrina.
Orcid: 0000-0002-7849-5846.

Priscila Paganini Costa
Professora de Periodontia – Universidade Estadual de Londrina.
Orcid: 0000-0002-0250-5905.

Maria Beatriz Bergonse Pereira Pedriali
Professora de Periodontia – Universidade Estadual de Londrina.
Orcid: 0000-0001-8595-7108.


RESUMO

Dentre os procedimentos envolvidos na cirurgia plástica periodontal, estão as alternativas para o recobrimento das exposições radiculares, frequentemente associadas à insatisfação estética, hipersensibilidade dentinária e lesões cervicais não cariosas. A técnica de envelope associada ao enxerto de tecido conjuntivo subepitelial é uma ótima opção para recessões gengivais unitárias e com altura moderada, Classes I e II de Miller. O presente artigo relatou o caso clínico de um paciente do sexo masculino, com 51 anos de idade, com recessão gengival no dente 13, Classe I de Miller. Após avaliação clínica e radiográfica, foi planejado o recobrimento radicular pela técnica de envelope. Os resultados obtidos com seis meses de acompanhamento mostraram estabilidade da margem gengival, aumento da espessura do tecido ceratinizado e completo recobrimento radicular. Esta técnica apresenta elevada previsibilidade de sucesso quando bem indicada e corretamente executada, proporcionando excelente resultado estético.

Palavras-chave – Retração gengival; Periodontia; Recobrimento radicular.


Recebido em abr/2019
Aprovado em abr/2019