Aumento de coroa clínica pela técnica flapless aliada à reabilitação estética

Aumento de coroa clínica pela técnica flapless aliada à reabilitação estética

Compartilhar

Estudo relata caso clínico através da técnica cirúrgica periodontal de aumento de coroa clínica sem retalho (técnica flapless).

AUTORES

Emilly Schoenberger
Clínica geral – Unoesc; Graduanda em Dentística – Zenith.
Orcid: 0000-0001-5595-9479.

Renan de Souza Anesi
Especialista em Prótese Dentária – Ipeno; Especialista em Implantodontia – Fasurgs.
Orcid: 0000-0002-8718-5073.

Vilton Zimmermann de Souza
Mestre em Implantodontia – São Leopoldo Mandic; Especialista em Prótese Dentária – Ipeno.
Orcid: 0000-0002-3513-3650.


RESUMO

O aumento de coroa clínica é um procedimento de alta relevância dentro da cirurgia plástica periodontal e atualmente é bastante discutido e bem indicado para pacientes insatisfeitos com a desarmonia relacionada com a anatomia gengival do seu sorriso. A terapêutica mais utilizada como tratamento consiste na elevação de um retalho para expor o tecido ósseo concomitantemente com a osteotomia ou osteoplastia. Entretanto, em casos bem indicados, podemos tratar nossos pacientes com técnicas minimamente invasivas, como a cirurgia periodontal flapless, com resultados clínicos muito favoráveis. O procedimento é realizado sem a elevação do retalho, possibilitando a osteotomia via sulco gengival, com a utilização de microcinzéis específicos. A principal indicação dessa técnica é em casos de indivíduos com biotipo periodontal fino e intermediário. Portanto, com o adequado diagnóstico através de imagens e um minucioso exame clínico, obteremos benefícios como a ausência de suturas, maior conforto pós-operatório, otimização da reparação tecidual e harmonia estética. As evidências clínicas e científicas mostram que o aumento de coroa clínica com a técnica flapless atinge resultados satisfatórios em menor tempo, menor morbidade cirúrgica, menor desconforto pós-operatório e previsibilidade.

Palavras-chave – Relato de caso; Flapless; Cirurgia periodontal; Aumento de coroa clínica.

Recebido em abr/2019
Aprovado em abr/2019