Protocolo para utilização de pino de fibra de vidro na reconstrução coronária em região estética

Protocolo para utilização de pino de fibra de vidro na reconstrução coronária em região estética

Compartilhar

Trabalho discute protocolo para uso do pino de fibra de vidro em reconstrução coronária, com perda total da estrutura coronária.

AUTORES

Murilo Rocha Rodrigues
Graduado em Odontologia – Instituto de Ciências da Vida da Universidade Federal de Juiz de Fora.
Orcid: 0000-0002-0527-7346.

Natália Rivoli Rossi
Graduada em Odontologia – Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista.
Orcid: 0000-0003-1707-9651.

Pedro Henrique Condé Oliveira Prado
Mestre em Odontologia Restauradora – Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista.

Tarcísio José de Arruda Paes Junior
Professor associado – Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista.

Estevão Tomomitsu Kimpara
Professor titular – Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista.

Rodrigo Furtado de Carvalho
Professor adjunto – Instituto de Ciências da Vida da Universidade Federal de Juiz de Fora.
Orcid: 0000-0002-8271-8571.

RESUMO

Em uma abordagem odontológica minimamente invasiva, busca-se realizar procedimentos clínicos que gerem menores alterações das estruturas anatômicas e que sejam previsíveis. Os núcleos metálicos fundidos eram os materiais de eleição para a reabilitação de dentes com extensa destruição coronária, porém podem estar associados a diversos tipos de falhas. Atualmente, foram desenvolvidos materiais como os pinos pré-fabricados de fibra de vidro, que possuem características biomecânicas mais próximas da dentina e, portanto, se adequam melhor ao interior dos condutos radiculares. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi descrever, através de um caso clínico, um protocolo para utilização do pino de fibra de vidro na reconstrução coronária do elemento 12, com perda total da estrutura coronária, e discutir a eficiência desse material, concluindo-se que a utilização de um protocolo clínico adequado para pinos de fibra de vidro na reabilitação de elementos dentais anteriores apresenta grande relevância, pois viabiliza um resultado satisfatório quando quesitos estéticos e biomecânicos são levados em consideração.

Palavras-chave – Protocolo clínico; Reconstrução coronária; Pinos de fibra de vidro; Região estética.

Recebido em ago/2019
Aprovado em jan/2020