Isolamento absoluto para a cimentação de laminados cerâmicos

Isolamento absoluto para a cimentação de laminados cerâmicos

Compartilhar

Diego Klee apresenta as vantagens do isolamento absoluto para a cimentação de laminados cerâmicos.

Laminados cerâmicos são procedimentos restauradores minimamente invasivos que fornecem excelentes resultados estéticos. São capazes de proporcionar uma reprodução extremamente fiel dos dentes naturais, com ótima estabilidade de cor e biocompatibilidade periodontal. Quando corretamente indicadas e realizadas, estas restaurações ultraconservadoras permitem a reabilitação funcional e estética por meio de preparos em esmalte, que irão garantir a resistência da união e evitar ou minimizar a ocorrência de sensibilidade pós-operatória. Os estudos clínicos disponíveis sobre facetas de porcelana parecem apoiar seu uso como método de tratamento na Odontologia restauradora moderna.

Contudo, para a longevidade clínica dos laminados cerâmicos, é necessário que os profissionais sigam rigorosamente todas as etapas clínicas:

• Protocolo fotográfico;
• Planejamento digital;
• Enceramento e mock-up;
• Seleção de cor;
• Preparos minimamente invasivos;
• Moldagem/escaneamento;
• Prova e ajustes (try-in);
• Cimentação adesiva;
• Acabamento e polimento;
• Ajuste oclusal.

Deve-se ressaltar que as etapas de cimentação e acabamento são fundamentais para o sucesso deste tratamento. Um protocolo cuidadoso, projetado para a cimentação de restaurações de porcelana, permite um procedimento confiável e duradouro. O isolamento absoluto do campo operatório, além de facilitar a etapa de cimentação de facetas de porcelana, elimina a possibilidade de contaminação por saliva, sangue ou fluido gengival, indesejável nos procedimentos clínicos com sistemas adesivos. Além disso, a exposição da margem cervical do preparo facilita a remoção dos excessos, acabamento e polimento das margens, melhorando o resultado final. Embora o protocolo de isolamento absoluto para cimentação de peças cerâmicas seja trabalhoso e elaborado, ele é fundamental e deve ser aplicado sempre que possível. Da mesma maneira que as demais etapas necessárias para a execução da reabilitação estética, esta etapa deve ser conduzida com critérios de excelência para garantir um resultado bem-sucedido.

Diante da impossibilidade do emprego do isolamento absoluto, um cuidadoso isolamento relativo deve ser utilizado, com sugadores de alta potência, rolos de algodão, fios de retração gengival e afastadores labiais.

Vantagens do isolamento absoluto

• Otimiza o tempo do operador, aumentando sua produtividade;
• Permite o trabalho em um campo limpo, seco e com boa visibilidade;
• Contribui para o desempenho dos materiais restauradores;
• Protege o paciente.