Cimentação sobre pilares personalizados

Cimentação sobre pilares personalizados

Compartilhar

Cimentação sobre pilares personalizados: Eduardo Miyashita e convidados debatem procedimento em próteses sobre implantes.

Como cimentar coroas cerâmicas sobre pilares personalizados em próteses sobre implantes?
Caroline Bernardo (São Paulo/SP)

A reabilitação oral por meio de próteses sobre implantes envolve uma série de etapas clínicas e laboratoriais, muitas vezes desafiadoras considerando os princípios de passividade, adaptação, retenção, estética, biocompatibilidade e manutenção do contorno gengival. Neste sentido, pilares personalizados em zircônia têm sido cada vez mais utilizados em próteses unitárias, tanto no segmento anterior quanto no posterior, principalmente quando a coroa é confeccionada em uma cerâmica mais translúcida, isto é, com alta quantidade de matriz vítrea (ex.: dissilicato de lítio, feldspática com leucita), eliminando assim a coloração acinzentada provocada por pilares metálicos pré-fabricados ou personalizados.

A adesão de coroas cerâmicas sobre esses pilares personalizados em zircônia ainda é um desafio. Porém, utilizando cimentos resinosos adequados e tratamentos de superfície específicos para cada tipo de substrato, podemos alcançar uma boa resistência adesiva em longo prazo. No caso clínico abaixo, uma coroa sobre implante (Straumann BLT) foi confeccionada em dissilicato de lítio no elemento 46, a qual foi cimentada sobre um pilar personalizado em zircônia convencional (primeira geração) e este cimentado ao cilindro de titânio (poderia ser um TiBase), que é parafusado no implante. Descreveremos a seguir o tratamento de superfície de cada substrato e as etapas de cimentação de cada componente.