Influência da deficiência de vitamina D na Implantodontia – revisão da literatura

Influência da deficiência de vitamina D na Implantodontia – revisão da literatura

Compartilhar

Artigo avalia a possibilidade de interferência da deficiência de vitamina D na Implantodontia, como em falha dos implantes dentários.


AUTORES

Thais Izidoro Pires
Especialista em Implantodontia – Suprema.
Orcid: 0000-0001-9464-0743.

Daniele da Costa Lourenço
Cirurgiã-dentista – Suprema.
Orcid: 0000-0002-8363-0977.

Rodrigo Guerra de Oliveira
Coordenador do curso de especialização em Implantodontia – Suprema.
Orcid: 0000-0001-6545-1476.

Leonardo dos Santos Picinini
Coordenador do curso de especialização em Implantodontia – Suprema.
Orcid:0000-0002-0925-1442.


RESUMO

Objetivo: avaliar, através de uma revisão sistemática da literatura, a possibilidade de interferência da deficiência de vitamina D na falha dos implantes dentários. Material e métodos: a estratégia de busca utilizou as seguintes combinações de palavras-chave: “dental implants” AND “vitamin D” AND “implants failure” OR “osseointegration” na base de dados eletrônica PubMed. Escalas qualitativas (Newcastle-Ottawa e Cochrane) foram aplicadas para verificar a robustez dos artigos selecionados. Resultados: foram encontrados 14 artigos, sendo que apenas seis (dois estudos retrospectivos em humanos, três estudos prospectivos em animais, um relato de caso) se enquadravam nos critérios de inclusão/exclusão. O risco de vieses nos estudos randomizados foi considerado baixo. Os estudos prospectivos mostraram que a vitamina D pode melhorar a microarquitetura óssea, a fixação do implante e, quando usada como cobertura, demonstrar maior tendência de osseointegração comparada à superfície sem tratamento. Os estudos retrospectivos apontam em direções opostas. O relato de caso mostrou o uso bem-sucedido em dois pacientes distintos após corrigir a deficiência de vitamina D na Implantodontia. Conclusão: níveis deficientes de vitamina D podem ser um fator de risco para falhas na osseointegração de implantes dentários, mas não uma contraindicação absoluta. Entretanto, mais estudos com amostras amplas são mandatórios para confirmar ou refutar os achados iniciais.

Palavras-chave – Implantes dentários; Vitamina D; Falha do implante; Osseointegração.

ABSTRACT

Objective: to evaluate, through a systematic literature review, the possibility of interference of vitamin D deficiency in dental implant failure. Material and methods: the search strategy used the following keyword combinations: “dental implants” AND “vitamin D” AND “implants failure” OR “osseointegration” in the PubMed electronic database. Qualitative scales (Newcastle-Ottawa and Cochrane risk of bias) were applied to verify the robustness of the selected articles. Results: 14 articles were found, of which only six articles (2 retrospective studies in humans, 3 prospective studies in animals, 1 case report) fit the inclusion/exclusion criteria. The risk of bias in randomized studies was considered low. Prospective studies have shown that vitamin D can improve bone microarchitecture, dental implant fixation, and when immobilized on the implant surface, demonstrated greater tendency to osseointegration compared to untreated controls. Retrospective studies pointed out in opposite directions. The case report successfully showed its use in two different patients after correcting vitamin D deficiencies. Conclusion: deficient levels of vitamin D may be a risk factor for failure in osseointegration of dental implants, but not an absolute contraindication. However, further studies with larger samples are mandatory to confirm or refute those initial findings.

Key words – Dental implants; Vitamin D; Implant failure; Osseointegration.

Recebido em abr/2020
Aprovado em ago/2020