Adaptação marginal de coroas totais fixas de zircônia feitas com moldagens digitais ou moldagens convencionais

Adaptação marginal de coroas totais fixas de zircônia feitas com moldagens digitais ou moldagens convencionais

Compartilhar

Uma seleção dos artigos científicos mais relevantes publicados recentemente nos periódicos internacionais.

Tabesh M, Nejatidanesh F, Savabi G, Davoudi A, Savabi O, Mirmohammadi H. Marginal adaptation of zirconia complete-coverage fixed dental restorations made from digital scans or conventional impressions: a systematic review and meta-analysis. J Prosthet Dent 2021;125(4):603-10.

Por que é interessante? Scanners intraorais têm sido cada vez mais usados nos últimos anos. No entanto, ainda não é claro como a precisão das varreduras digitais afeta a adaptação marginal das restaurações. Com isso em mente, os autores realizaram uma revisão sistemática e metanálise para comparar a adaptação marginal de coroas de zircônia unitárias fabricadas com moldagens digitais ou com moldagens convencionais.

Desenho experimental: as bases de dados eletrônicas foram pesquisadas e complementadas por busca manual. Os riscos de viés foram avaliados usando um índice metodológico modificado para estudos não randomizados (minors). Os valores de média ± desvio-padrão da precisão marginal dos estudos foram extraídos para ambos os métodos. A diferença marginal média e o intervalo de confiança de 95% foram calculados para avaliar a precisão marginal de cada método. Os dados agrupados foram analisados estatisticamente usando um modelo de efeito aleatório.

Os achados: foram usados 17 estudos para realizar a metanálise. A análise de subgrupo foi realizada com base no tipo dos scanners intraorais. As diferenças marginais médias padronizadas de cada subgrupo foram: Lava: -0,85 μm; Cerec: -1,32 μm; iTero: -0,44 μm; Trios: -1,26 μm; scanner desconhecido: -0,21 μm; todos os estudos: -0,89 μm.

Conclusão: segundo a literatura revisada, a moldagem digital de dentes preparados para restaurações de zircônia unitárias resulta em melhor precisão marginal, em comparação às técnicas convencionais usando materiais de moldagem elastoméricos.

Veja o artigo original aqui