Reconstrução mandibular imediata com enxerto livre de fíbula associada à reabilitação oral com implantes dentários em dois tempos cirúrgicos – follow-up de 16 anos

Reconstrução mandibular imediata com enxerto livre de fíbula associada à reabilitação oral com implantes dentários em dois tempos cirúrgicos – follow-up de 16 anos

Compartilhar

Reconstrução mandibular imediata: caso mostra lesão intraóssea multiloculada ampla na região mandibular direita, com invasão agressiva dos tecidos moles. 

Autores

Fernando Afonso de Oliveira
Cirurgião-dentista – FOAr/Unesp.
Orcid: 0000-0003-3606-3663.

Paulo Afonso de Oliveira Jr.
Mestre em Cirurgia Bucomaxilofacial – Unesp; Chefe do Depto. e coordenador da residência em Cirurgia Bucomaxilofacial – Santa Casa de Piracicaba.
Orcid: 0000-0002-4878-9261.

Francisco Dimas Tranquilin
Mestrando em Prótese – Faculdade São Leopoldo Mandic; Especialista em Implantodontia e professor do curso de especialização em Implantodontia – Ceopa/ Facsete.
Orcid: 0000-0002-5908-8233.

Marcelo Vitale
Mestre em Cirurgia e Anestesiologia – FHO/ Uniararas.
Orcid: 0000-0003-0797-3852.

Resumo

Um paciente com 27 anos de idade, do sexo masculino, ASA I, apresentou nas imagens radiográficas e tomográficas uma lesão intraóssea multiloculada ampla na região mandibular direita, entre o canino e os molares, com invasão agressiva dos tecidos moles, sugestiva de ameloblastoma e confirmada por biopsia. Optou-se então pela cirurgia de mandibulectomia parcial com reconstrução imediata utilizando enxerto livre autógeno de fíbula, fixado com placa de reconstrução mandibular. Neste ínterim, uma prótese parcial removível foi construída. Após um período de acompanhamento de 12 anos sem sinais de recidiva do tumor e com a integração completa do enxerto ósseo, foram instalados seis implantes dentários na região do enxerto e foi realizada a reabilitação oral com uma prótese fixa parafusada metaloplástica. No acompanhamento clínico e radiográfico de quatro anos, a fíbula mostrou baixo grau de reabsorção, mantendo volume e características ósseas excelentes. A técnica de reconstrução imediata e reabilitação oral com implantes mostrou bons resultados funcionais e estéticos após 16 anos de controle, e o paciente se mostrou satisfeito com o tratamento.

Palavras-chave – Implantes dentários; Ameloblastoma; Reconstrução mandibular; Autoenxertos.

Abstract

A 27-year-old male patient, ASA I, presented radiographic and tomographic images of a wide multiloculated intraosseous lesion in the right mandibular region (canine-molars) with aggressive soft tissue invasion, suggestive of ameloblastoma and confirmed by biopsy. We then opted for partial mandibulectomy surgery with immediate reconstruction using an autogenous free fibular graft, fixed with a mandibular reconstruction plate. In the meantime, a removable partial denture was built. After a 12-year follow-up period, with no signs of tumor recurrence, and with complete integration of the bone graft, six dental implants were installed in the graft region and oral rehabilitation was performed with a screwed metaloplastic fixed prosthesis. In clinical and radiographic follow-up for 4 years, clinically and radiographically, the fibula showed a low degree of resorption, maintaining excellent bone volume and characteristics. The technique of immediate reconstruction and oral rehabilitation with implants showed good functional and aesthetic results after 16 years of control, as the patient was satisfied with the treatment offered.

Key words – Dental implants; Ameloblastoma; Mandibular reconstruction; Autografts.

Recebido em dez/2020
Aprovado em jan/2021