Barbell Technique: um novo conceito em reconstrução óssea para reabilitações funcionais e estéticas

Barbell Technique: um novo conceito em reconstrução óssea para reabilitações funcionais e estéticas

Compartilhar

Barbell Technique: artigo apresenta dois casos clínicos que ilustram a adequada utilização da nova técnica em três situações com demanda para reconstrução aposicional.

Autores

André Antonio Pelegrine
Especialista em Periodontia – Faculdade São Leopoldo Mandic; Mestre em Implantodontia – Unisa; Doutor em Clínica Médica – Unicamp; Pós-doutor – Unifesp.

Luís Guilherme Scavone de Macedo
Especialização em Periodontia e Implantodontia, e doutor em Prótese Fixa – Unesp; Mestre em Implantodontia – Unisa.

Resumo

Aumentos ósseos aposicionais são procedimentos comumente utilizados na Implantodontia para possibilitar um adequado posicionamento dos implantes. No entanto, este tipo de reconstrução óssea vem sendo tradicionalmente abordado por meio de enxertos estruturados fixados por parafusos (blocos ósseos) que, algumas vezes, repercutem em dificuldade de incorporação; ou por meio de enxertos particulados sustentados por membranas rígidas hidrofóbicas (membranas reforçadas em titânio) que, algumas vezes, acabam se expondo precocemente. Neste escopo, o advento da Barbell Technique tem o intuito de otimizar as reconstruções ósseas aposicionais, lançando mão da vantagem da utilização dos enxertos particulados (com melhor revascularização/incorporação), porém sem agregar a desvantagem da utilização das membranas hidrofóbicas, já que a nova técnica possibilita a reconstrução aposicional tridimensional por meio do uso de membranas não rígidas e hidrofílicas. Isso é possível graças ao dispositivo de descompressão tecidual interno, preconizado pela Barbell Technique. Os dois casos clínicos apresentados neste artigo ilustram a adequada utilização da nova técnica em três situações com demanda para reconstrução aposicional: 1) aumento ósseo horizontal bidirecional; 2) aumento ósseo horizontal unidirecional; e 3) aumento ósseo vertical.

Palavras-chave – Regeneração óssea; Enxerto ósseo; Regeneração tecidual guiada.

Abstract

Appositional bone augmentations are commonly used procedures in Implantology to allow adequate implant placement. However, this type of bone reconstruction has traditionally been approached by the use of structured grafts fixed with screws (bone blocks), which sometimes result in poor incorporation, or by the use of particulate grafts sustained by rigid hydrophobic membranes (titanium reinforced membranes), that sometimes have early exposures. In this scope, the advent of Barbell Technique aims to optimize appositional bone reconstructions, by using the advantage of the particulate grafts usage (better revascularization/incorporation) but without the disadvantageous use of the hydrophobic membranes, as the new technique allows the 3D appositional reconstruction by using non rigid hydrophilic membranes. This is possible due to the inner device that prevents soft tissue compression, recommended by Barbell Technique. The two clinical cases presented in this manuscript show the adequate use of this new technique in three situations with demand for appositional reconstruction: 1) bidirectional horizontal bone augmentation; 2) unidirectional horizontal bone augmentation; and 3) vertical bone augmentation.

Key words – Bone regeneration; Bone graft; Guided tissue regeneration.

Recebido em mar/2021
Aprovado em mar/2021