Adaptar, inovar e cooperar: pilares para um mundo pós-pandemia

Adaptar, inovar e cooperar: pilares para um mundo pós-pandemia

Compartilhar

Bianca e Friedrich Mittelstädt acreditam na tríade “adaptar, inovar e cooperar”, pilares da FGM nas ações de recuperação após pandemia.

O impacto da pandemia na Odontologia foi imediato com a paralisação, em um primeiro momento, das atividades dos profissionais e de toda a cadeia de fornecedores. Aqui na FGM, a quarentena imposta pelo novo coronavírus nos trouxe forças em dobro para encarar os desafios que se aproximavam e manter firme nossa missão de proporcionar bem-estar e sorrisos para as pessoas.

Adaptações foram feitas para mantermos nossa produção ativa e atendendo às demandas do mercado, mas também garantindo assim operações alinhadas às diretrizes do Governo do Estado de Santa Catarina. A preocupação principal foi preservar a saúde dos colaboradores e ao mesmo tempo manter a empresa operando. Reduzimos jornadas na fábrica e implantamos o home office para o setor administrativo. Também intensificamos a higienização e controle de acesso às instalações.

Apesar da gravidade da situação, um desafio ainda maior estava por vir com o cenário econômico adverso que se formou a partir da drástica redução das atividades produtivas em todo o mundo. E, infelizmente, sabíamos que a FGM não seria a única a enfrentar tais dificuldades. Cada elo da cadeia que envolve a Odontologia também foi afetado: clientes, parceiros e fornecedores. Era preciso se unir para enfrentar o momento.

Pensando nisso, passamos a disponibilizar conteúdos técnicos e científicos em nossos canais de comunicação, além de fóruns e webinars gratuitos. Pensar no todo nos trouxe ainda mais forças para enfrentar, adaptar e inovar. O mundo pós-pandemia ainda tem mais pontos de interrogação do que certezas. As pessoas e os negócios foram fortemente afetados. Mas, é certo que, quem não tiver capacidade e agilidade para inovar, ficará para trás. Aqui na FGM não paramos.

Lançamos um novo produto em julho, no auge da pandemia, a resina unicromática Vittra APS Unique. Um produto inovador, cujo maior diferencial é a capacidade de espelhamento da cor do dente; a resina capta e reflete a cor do remanescente dental. Olhando para o futuro, enxergamos que o caminho exigirá o que a FGM já tem intrínseco em seu DNA: agilidade, dinamismo e inovação.

Acreditamos fortemente na tríade “adaptar, inovar e cooperar”. Ter a capacidade de se adaptar rapidamente é essencial para sobreviver a mudanças bruscas; inovar é fundamental para continuar crescendo e cooperar é a base das relações humanas e empresariais saudáveis, e proporciona prosperidade para toda a cadeia envolvida.

Bianca Mittelstädt


Bianca Mittelstädt

Chief Executive Officer – CEO da FGM Dental Group.

 


Friedrich Mittelstädt


Friedrich Mittelstädt

Chief Technical Officer – CTO da FGM Dental Group.