A influência do grau de translucidez de uma cerâmica vítrea no resultado estético em dentes anteriores

A influência do grau de translucidez de uma cerâmica vítrea no resultado estético em dentes anteriores

Compartilhar

Trabalho traz caso clínico com confecção de duas coroas em incisivos laterais superiores, utilizando cerâmica de dissilicato de lítio e observando o grau de translucidez.

AUTORES

Ana Beatriz Gomes de Carvalho
Cirurgiã-dentista, mestra e doutoranda pelo programa de pós-graduação em Odontologia Restauradora, especialidade de Prótese Dentária – ICT-Unesp.
Orcid: 0000-0002-1263-1294.

Jakeline Capistrano
Aluna de graduação do curso de Odontologia – Universidade Guarulhos.
Orcid: 0000-0002-6176-179X.

Gabriel Saldanha Aranha
Técnico em Prótese Dentária – Laboratório Attitude Smile.
Orcid: 0000-0001-8582-7186.

Rodrigo Diniz do Prado
Cirurgião-dentista e mestre pelo programa de pós-graduação em Odontologia Restauradora, especialidade de Prótese Dentária – ICT-Unesp.
Orcid: 0000-0002-5934-2991.

Júlio Nogueira Luz
Cirurgião-dentista, mestre e doutor em Odontologia Restauradora, especialidade de Prótese Dentária – ICT-Unesp; Professor de Prótese Dentária – Universidade de Guarulhos.
Orcid: 0000-0001-5667-5523.

RESUMO

Há uma enorme gama de materiais restauradores cerâmicos disponíveis no mercado. Ainda assim, é um desafio selecionar o material adequado para confeccionar restaurações aliando uma estética satisfatória e naturalidade. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi a apresentação de um caso clínico em que foram confeccionadas duas coroas em incisivos laterais superiores, utilizando cerâmica de dissilicato de lítio com diferente grau de translucidez. Primeiramente, foi escolhida uma cerâmica de alta translucidez para confecção das peças protéticas, porém optou-se pela troca de material para obter um melhor resultado, utilizando então cerâmicas de baixa translucidez.

Palavras-chave – Cerâmica odontológica; Odontologia estética; Translucidez.

Recebido em out/2020
Aprovado em out/2020