Ângulo do plano mandibular de Frankfort: tópico avaliado criticamente (CAT)

Ângulo do plano mandibular de Frankfort: tópico avaliado criticamente (CAT)

Compartilhar

Uma seleção dos artigos científicos mais relevantes publicados recentemente nos periódicos internacionais.

Por que é interessante? O objetivo deste tópico criticamente avaliado foi determinar o nível de evidência relativo à utilidade do ângulo do plano mandibular de Frankfort no tratamento protético.

Desenho experimental: o Patient Intervention Comparison Outcome (PICO) recebeu nenhuma referência no PubMed, assim como o ângulo do plano mandibular de Frankfort (FMA) como determinante da oclusão dentária e o ângulo do plano mandibular de Frankfort como determinante do esquema oclusal. O ângulo do plano mandibular de Frankfort recebeu 168 citações no PubMed, destacando três artigos. Outras quatro citações – três publicações sobre Prótese e uma de Ortodontia – eram relacionadas ao PICO. Uma pesquisa no Google revelou um artigo adicional, que se tratava de uma revisão narrativa.

Os achados: nove artigos foram relacionados à busca, sendo que dois deles eram ensaios clínicos que não revelaram evidências que sustentassem o uso do ângulo do plano mandibular de Frankfort como teste diagnóstico.

Conclusão: com base nos dados limitados apresentados acima, há uma falta de evidências para apoiar o uso do ângulo do plano mandibular de Frankfort como um procedimento diagnóstico para prever resultados ou ditar o tratamento protético.

Veja o artigo original aqui