Aplicação do registro periodontal simplificado (PSR) para análise da relação bidirecional entre doença periodontal e diabetes

Aplicação do registro periodontal simplificado (PSR) para análise da relação bidirecional entre doença periodontal e diabetes

Compartilhar

Artigo utiliza o PSR para avaliar a relação entre doença periodontal e diabetes em pacientes de diversas faixas etárias e analisa a relação bidirecional entre as duas doenças. 

AUTORES

Rhayan Luiz Fonseca Woellner
Graduado em Odontologia – Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais.

Rafael Marques dos Santos
Mestrando em Clínica Integrada – UEPG.

Patrícia Tulchoski Macedo Schafhauser Lada
Professora de Periodontia – Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais.

Xenia Carla Pereira Vaz Leite
Professora de Periodontia – Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais.

RESUMO

Objetivo: utilizar o Periodontal Screening and Recording (PSR) para avaliar a condição periodontal de pacientes diabéticos de diversas faixas etárias e analisar a relação bidirecional entre as duas doenças. Material e métodos: foram examinados 30 pacientes de 18 a 65 anos, diabéticos tipos 1 e 2, os quais foram separados em grupos etários (18-27, 28-37, 38-47, 48-57 e 58-65). O estudo foi realizado em duas etapas, primeiro a anamnese e depois a etapa clínica, quando foi realizada a sondagem periodontal com uma sonda 621-OMS e espelho clínico seguindo a metodologia do PSR. Apenas um paciente diabético tipo 1 foi examinado, apresentando bom controle glicêmico e código 0 em todos os sextantes. Resultados: os códigos 1 e 2 foram os mais encontrados em todos os sextantes, sendo o maior índice encontrado nos grupos etários 28-37 e 38-47. O código X, que significa sextante ausente, foi encontrado nos grupos de pacientes com idade avançada, sendo 14,66% no grupo 48-57 anos e 22,61% no grupo 58-65 anos. Em pacientes com o índice glicêmico acima de 126 mg/dL, os códigos X (29,41%) e 3 (20,58%) foram os mais encontrados. Conclusão: a aplicação do PSR foi eficaz para a avaliação da condição periodontal dos pacientes examinados, indo ao encontro da relação bidirecional entre diabetes mellitus e doença periodontal.

Palavras-chave – Odontologia; Periodontia; Diabetes mellitus; Periodontite.

ABSTRACT

Objective: to use Periodontal Screening and Recording (PSR) to assess the periodontal condition of diabetic patients (different age groups) and analyze the bidirectional relationship between these two diseases. Material and methods: 30 patients (ages from 18 to 65 years), T1DM and T2DM were examined and divided into the following (18-27 yrs, 28-37 yrs, 38-47 yrs, 48-57 yrs and 58-65 yrs). The study was carried out in two stages: first with the anamnesis and then the clinical stage, where periodontal probing was performed with a 621-WHO probe and clinical mirror, following the PSR methodology. Only one type 1 diabetic patient was examined, with good glycemic control and code 0 in all sextants. Results: codes 1 and 2 were the most found in all sextants, with the highest index found in 28-37 and 38-47 age groups. The code X, meaning absent sextant, was found in the groups of older patients, having 14.66% in the 48-57 years group and 22.61% in the 58-65 years group. In patients with a glycemic index above 126 mg/dL, codes X (29.41%) and 3 (20.58%) were the most common. Conclusion: the application of the PSR was effective to evaluate the periodontal condition of the examined patients, meeting the bidirectional relationship between diabetes mellitus and periodontal disease.

Key words – Dentistry; Periodontics; Diabetes mellitus; Periodontitis.

Recebido em mai/2019
Aprovado em jul/2019